Finalmente os juízes bateram o martelos e decretaram a vitória de Katy Perry no processo de Plagio que corria na corte de Los Angeles desde 2014.

A canção que foi lançada em 2013 junto com o ‘Prism‘, quarto álbum de estúdio de Katy, fez o maior sucesso, atingindo o topo da Billborard, além de receber uma indicação para a maior premiação da música, o Grammy, foi alvo de acusação, do rapper cristão Flame, de que teria sido um plagio sua canção “Joyful Noise“, lançada em 2008.

Em julho de 2019, Katy tinha sofrido uma derrota nos tribunais, sendo condenada a pagar 2,8 Milhões de Dólares, cerca de 14,5 milhões de Reais, ao rapper, porém recorreu e na última terça-feira, 17 de março, foi decretado que não ocorreu o plagio.

Katy atualmente está gravida de seu primeiro filho com seu noivo, Orlando Bloom, e está trabalhando no primeiro single de seu novo álbum, “Never Worn White” e deve estar muito feliz com a decisão da corte de Los Angeles.