Empresas norte-americanas se juntaram aos esforços contra a disseminação do coronavírus, com o presidente Donald Trump e executivos anunciando que o Google oferecerá um site para ajudar as pessoas a determinar se precisam de testes, enquanto varejistas vão montar testes drive-thru em estacionamentos.

As ações da Alphabet, dona do Google, do Walmart, da Target e da proprietária de farmácias CVS fecharam com mais de 9%, em linha com o mercado de ações.

A pressão tem aumentado sobre autoridades dos EUA para ampliar e melhorar os testes do vírus que se espalha rapidamente e infectou mais de 1.660 pessoas no país.

“Quero agradecer ao Google, que está ajudando a desenvolver um site, que será feito muito rapidamente, para determinar se um teste é necessário e facilitar o teste em um local conveniente nas proximidades”, disse Trump.

“O Google tem 1.700 engenheiros trabalhando nisso agora, fez um tremendo progresso.”

Verily, empresa de tecnologia da saúde também da Alphabet, afirmou estar liderando esforços para desenvolver a ferramenta da web para testes com a ajuda dos engenheiros do Google.

“Estamos nos estágios iniciais de desenvolvimento e planejamos lançar testes na área da baía de São Francisco, com a esperança de expandir mais amplamente ao longo do tempo”, disse a porta-voz da Verily, Kathleen Parkes.

Ela não respondeu a perguntas sobre como o esforço se originou, a extensão do envolvimento do Google e como os dados das pessoas seriam protegidos e usados.