Além de cantora, Anitta é uma mulher de negócios e construiu uma carreira como palestrante. O Jornal Contábil publicou uma matéria nesta quarta (6/11), com dicas da artista e empresária para empreendedores. Na reportagem, Anitta relembra a época de “Show das Poderosas”, seu boom no mercado, como momento chave para avaliar o sucesso x retorno financeiro. “Minha música estava bombando, mas eu estava infeliz. O dinheiro não era compatível com o sucesso e também era mal investido”, confidenciou. Não adianta ter muita visibilidade se isso não se converter em faturamento.

Para Anitta, é importante saber onde quer chegar. Ela acredita que poderia ter um retorno financeiro três vezes maior se optasse por oferecer menos qualidade ao público e produções mais simples. Mas isso feriria suas ambições como artista. “Não trabalho por dinheiro. Ele deve ser uma consequência. Sempre me preocupei em fazer bem feito”, explicou a cantora.

Na matéria, Anitta destaca duas vezes a importância de inovar e dizer não aos padrões. “Nem sempre você vai encontrar todas as portas abertas e, muitas vezes, a melhor forma de conseguir o que se quer é criar as suas próprias portas, da sua maneira. Assim, você cria um case que outras pessoas vão querer seguir”, pontuou. Para ela, é importante observar os exemplos dos outros, mas não segui-los como molde – senão você nunca cria algo novo: “fará apenas mais do mesmo”.