prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil, sancionou a Lei 11.192/2019 que autoriza o aumento salarial de 5% dos professores de escolas municipais de educação infantil, a partir de 1º e outubro. Segundo a prefeitura, o ganho será possível, pois a categoria receberá um nível acima do atual na tabela de vencimentos. 

Segundo o Diário Oficial do Município, aproximadamente 6 mil professores serão contemplados com o benefício, gerando um impacto anual de mais de R$ 9 milhões aos cofres públicos. A medida faz parte do acordo firmado com a categoria para diminuir, progressivamente, as diferenças entre o salário dos cargos de professor da educação infantil e os demais professores municipais.

A primeira medida, implantada em 2018, garantiu um ganho de até 21,55% para os professores. Um terceiro aumento está previsto para 2020, quando esses educadores terão mais dois níveis na tabela, o que vai representar um aumento de 10,25% no vencimento.

O secretário municipal de Planejamento, Orçamento e Gestão, André Reis, explica que, de 2018 até 2020, os ganhos acumulados com os níveis concedidos aos professores da educação infantil serão de 40,71%.

Ele afirma ainda que os professores e todos os servidores municipais receberam o reajuste geral sendo 2,53%, em 2017, e 2,43%, em 2018. 

*Estagiária sob supervisão da editora-assistente Vera Schmitz