Parma Basket, time de basquete profissional da Rússia, contratou o primeiro técnico robô do mundo nesta quarta-feira. Desenvolvido pela Promobot, a máquina terá a função de treinador analítico da equipe.

O treinador robô vai coletar e analisar dados durante os jogos do time. Além disso, ele é capaz de reconhecer rostos, falas, responder perguntas e trabalhar com documentos. Para a equipe basquete, as funções vão ajudar a calcular as melhores combinações de jogadores em quadra.

Sergey Boguslavsky, presidente do Parma Basket, comemorou a nova parceria. “Nada como isso aconteceu antes. Assinamos um contrato com o primeiro técnico de robôs do mundo. Estou certo de que nosso novo assistente tornará os jogos do Parma ainda mais inteligentes e mais bem-sucedidos”, disse.

Promobot vai ocupar o cargo de treinador analítico do Parma Basket

© Divulgação Promobot vai ocupar o cargo de treinador analítico do Parma Basket

Essa é a primeira vez na história que um robô se torna participante de um jogo ao lado de treinadores, atletas e juízes. “Os robôs de serviço removem parte das tarefas rotineiras do humano, liberando tempo para coisas mais importantes. O treinador do time também gasta seus recursos e atenção na análise geral de estatísticas, lembrando de combinações de jogadores e outras tarefas “rotineiras” durante o jogo. O Promobot vai executar essa função rapidamente e de forma precisa, dando ao treinador uma análise já pronta”, explica Oleg Kivokurtsev, diretor de desenvolvimento da Promobot.

Os detalhes e valores do contrato assinado pela Promobot e o Parma Basket não foram revelados.Veja mais no MSN Brasil:

Quando essa novidade deve chegar no Brasil?

Respondendo ao questionamento de muitos brasileiros, a desenvolvedora do robô afirma que essa também pode ser uma realidade no Brasil, já que esse mesmo modelo de máquina já está disponível através de uma parceria com a empresa de automação Umbô, localizada em São Paulo. Agora, basta algum time do País se habilitar a contratar um Promobot.