A Agência Espacial dos Emirados Árabes Unidos (EAU) foi criada em 2014, mas já conseguiu um acordo com a NASA para missões espaciais tripuladas, lançou o primeiro satélite construído inteiramente por engenheiros da união, e tem grandes ambições como construir a primeira colônia autossustentável em Marte. E agora, a agência se prepara para enviar seu primeiro astronauta ao espaço.

Hazza Al Mansouri voará para a Estação Espacial Internacional (ISS) na próxima quarta-feira (25), com a astronauta novata Jessica Meir, da NASA, e o comandante russo Oleg Skripochka. O lançamento da espaçonave Soyuz acontecerá no Cosmódromo de Baikonur, a primeira e maior base de lançamentos de foguetes do mundo, localizada no Cazaquistão.

Este é um passo importante para a agência espacial dos Emirados. Atualmente, existem dois astronautas dos EAU preparados para trabalhar ao lado de agências espaciais como a NASA, a Roscosmos e outras parceiras da ISS na Europa, Japão e Canadá. Salem Al Marri, chefe do programa de astronautas dos Emirados Árabes Unidos, disse que está “muito animado” após o treinamento de quase três anos até chegar a este “ponto culminante animador”.

Hazza Al Mansouri, o primeiro astronauta dos EAU a viajar para o espaço (Foto: NASA)

Hazza Al Mansouri, o primeiro astronauta dos EAU a viajar para o espaço (Foto: NASA)

Vindo de uma formação militar, Al Mansouri foi uma das duas pessoas selecionadas entre mais de 4 mil candidatos ao programa espacial dos Emirados Árabes Unidos em 2018. Embora seu treino tenha sido de aproximadamente dois anos e meio, ele contou aos repórteres que sua preparação para esta missão teve início muito cedo: “Eu comecei na minha infância, na [maneira] como meus pais me criaram, na confiança que ganhei com minha vida”, disse.

Ele também contou que seu papel na missão exigirá muita paciência. “Na Soyuz, ficamos lá por mais de oito horas”, explicou. “Estaremos sentados na Soyuz no topo do foguete por duas horas, em uma posição muito apertada, e estaremos em lançamento por seis horas indo para a ISS. Realmente precisa de muita paciência”, disse ele. E acrescentou que deseja que sua missão inspire seus filhos, bem como os jovens dos Emirados Árabes Unidos.

Al Mansouri permanecerá no espaço por oito dias, e retorna à Terra em 3 de outubro, com o cosmonauta da Roscosmos Alexey Ovchinin e o astronauta da NASA Nick Hague, que já estão na ISS por cerca de seis meses.

Fonte: Space.com