O secretário de Comércio dos Estados Unidos, Wilbur Ross, disse nesta segunda-feira, 19, que o governo americano vai estender por 90 dias a licença para a Huawei comprar suprimentos de empresas americanas. Sem a extensão, a licença para que a gigante chinesa de tecnologia comprasse nos Estados Unidos acabaria hoje. 

Em entrevista à emissora Fox Business, Ross sustentou que as companhias dos EUA entendem os riscos à segurança das suas tecnologias de se fazer negócios com a Huawei, mas ponderou que “ninguém gosta de perder um bom cliente”.

Inicialmente, o governo americano permitiu que a Huawei comprasse alguns produtos fabricados nos Estados Unidos em maio, logo após a inclusão na lista negra da empresa, em um movimento visando minimizar a interrupção de seus clientes, muitos dos quais operam redes na região rural.