‘Black Mirror’ voltou para mais uma temporada – e parece que não fez o mesmo sucesso que suas iterações predecessoras. No site agregador de reviews Rotten Tomatoes, o quinto ano da famosa série criada por Charlie Brooker abarcou 63% de aprovação, com nota 6.86/10 baseada em 20 críticas especializadas.

O resultado é consideravelmente mediano, ainda mais levando em conta o aclame recebido pelas temporadas anteriores, incluindo a quase perfeita porcentagem de 97% em seu ano de estreia. O consenso geral diz que “apesar do abreviado quinto ano de ‘Black Mirror’ nunca alcançar um ápice (ou surpresas), [a série] continua uma das ofertas mais provocadoras da televisão – para o melhor ou para o pior”.

Confira algumas das críticas:

“Um retorno pontual, enquanto apenas um dos episódios, ‘Smithereens’, torna-se o vencedor” – Newsday.

“Ao assistir aos três novos episódios de ‘Black Mirror’ na Netflix, fica claro que a série, em nosso atual universo televisivo, continua ostentando a coroa de melhor antologia de fantasia” – NPR.

“A quinta temporada da série, recém saída na Netflix, consiste de apenas três episódios, mas cada um é ricamente sugestivo, bem elaborado e envolvente” – Financial Times.

“Brooker ainda tem a garra e a imaginação para criar contos que se conectam com nossa paranoia tecnológica, mostrando para nós um mundo que pode dar errado caso não sejamos cuidadosos – mas a temporada é, de alguma forma, sem brilho” – Gadgets 360.

“Se ‘Black Mirror’ mudou de contar histórias futuras para contar episódios do agora, ela pode precisar se reajustar” – The Daily Dot.